“Encanto” e a magia do autoconhecimento

A Disney sabe como nos conquistar com suas animações, não é mesmo? “Encanto” é um filme divertido, musical, com cenários coloridos, uma trilha sonora vibrante e o mais importante, com poderosas lições.

Dirigido por Byron Howard e Jared Bush, esse filme conta a história da Família Madrigal, que vive em uma casa mágica nas montanhas da Colômbia, em uma cidade conhecida como Encanto. A magia deste Encanto abençoou todas as crianças da família com um dom único, desde super força até o poder de cura. Todos, menos a protagonista Mirabel, o que gerou um certo “climão” com a sua avó Alma e fez com que a protagonista se questionasse sobre qual seria sua missão ali.

Ao longo do filme, Mirabel descobre que a magia de Encanto na família está em perigo e mesmo com seus medos e inseguranças, assume a missão de salvar sua família. E além disso, ensiná-los uma grande lição sobre aceitação.

Dito isso, se prepare para possíveis spoilers, mas valerá a pena conferir algumas lições que o filme nos ensina:

A aceitação vem de dentro!

Embora Mirabel tente dar o melhor de si para agradar sua família e não se sentir excluída, às vezes acredita que ser diferente não é tão bom assim. Se você, mindzuper, já se sentiu assim, o método do Espelho pode ser um grande aliado e ele tem tudo a ver com Mirabel.

Este método mostra a importância de refletir com os nossos próprios pensamentos e sentimentos para conseguir assim, se conhecer melhor. O caminho do autoconhecimento te faz entender que cada pessoa é única, te ajuda a compreender as suas vontades e entender o que você é por dentro.

A partir do momento que você olha para o “espelho”, enxerga o seu interior e entende quem realmente é, a aceitação fica muito mais fácil. Por isso mindzuper, bora conferir algumas lições preciosas que o filme “Encanto” nos ensina sobre isso? Vem comigo!

1. Você é o que tem por dentro! 

Em um mergulho nesse mundo mágico, Encanto mostra que ser bonito não está ligado ao que você é por fora e o que você tem a oferecer, mas sim, ao quão fiel você é a si mesmo, valorizando as suas qualidades, mas também acolhendo as suas partes não tão favoritas.

Quando a magia de Encanto esteve ameaçada, os irmãos de Mirabel começaram a perder seus dons… E Luisa foi uma das irmãs mais abaladas, pois sem o seu dom de super força, se sentiu fraca e envergonhada.

Com isso, passou pela bonita jornada de aprender a lidar com as próprias frustrações e redescobrir o seu valor mesmo não podendo mais ajudar a família ou a comunidade. Refletindo sobre seus sentimentos e olhando para o seu interior, Luisa entendeu que é muito mais do que suas habilidades e seu dom.

2. Confie na sua voz interior 

Entre as tantas características marcantes de Mirabel, uma delas é conseguir ouvir o seu coração quando assume a missão de salvar a sua família, mesmo que eles pensem que ela não deveria se envolver.

Vale lembrar que o processo de ouvir a sua voz interior não é sempre óbvio: a protagonista tem suas inseguranças, perguntando se está fazendo o certo, mas decide seguir na missão, mesmo sem nenhum dom e com medo.

Você já sentiu que deveria fazer algo que os outros achavam errado? A busca pelo autoconhecimento tem muito a ver com confiar plenamente em si mesmo. Por isso, tente confiar mais na sua voz interior, mesmo que os outros não concordem. Cada pessoa é única e vivencia sentimentos de forma individual. Quando você se compara ao outro, está ignorando seu próprio eu.

3. Não tenha medo de questionar as pessoas

Mirabel, com toda sua autenticidade, conduz a história mostrando que está tudo bem termos dúvidas e nos posicionarmos, questionando quem está ao nosso redor – mesmo se elas forem pessoas da nossa família, viu? A ideia não é começar discussões sem motivo, mas sim, entender quem o outro realmente é, dando a oportunidade de contar a versão dele. Quando você está no processo de desenvolver o autoconhecimento é muito importante enxergar, além de si mesmo, o outro por inteiro.

Só vale lembrar de sempre questionar o próximo com respeito, principalmente quando as perguntas forem direcionadas aos mais velhos. Ainda que a avó Alma não concordasse com Mirabel salvar a magia de Encanto, sua neta não exitou em questioná-la, mas fez perguntas sem onfendê-la e com muito respeito.

Desenvolvendo, ao poucos, o autoconhecimento e gerando confiança em si mesmo, “Encanto” nos lembra que pessoas são únicas e especiais do jeito que são. Mas me conta mindzuper, você já assistiu esse filme?

Se você ainda não assistiu, então corre pra ver! Espero que você tenha aprendido um pouco mais sobre como buscar o autoconhecimento, com esse filme. Ah e aproveita para nos acompanhar também no nosso Instagram @mindzup!

Até a próxima

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu