Intercâmbio no exterior? Sua hora é agora.?

Os dados estão por toda a parte na imprensa especializada em educação. E eles mostram que a procura por programas de intercâmbio estudantil internacional crescem a cada ano.

Em 2017, o aumento foi de 22% e 302 mil estudantes brasileiros partiram para outros países em busca de formação e especialização, segundo a mais recente edição da Pesquisa Selo Belta, realizada pela Associação Brasileira de Agências de Intercâmbio.

Sempre sonhou em passar um tempo estudando fora do Brasil? Sua hora é agora. Você acha que seus pais jamais vão topar? Então que tal usar o Método da Escada para convencê-los? Siga nossos próximos passos e prepare seu passaporte.

Passo 1:
Defina e estruture seu objetivo

Se você quer realmente fazer um intercâmbio, precisa arregaçar as mangas. Dizer a seus pais que talvez fosse uma boa ideia estudar fora é diferente de apresentar uma pesquisa prévia já estruturada.

Seus pais ficarão mais bem impressionados se você já chegar definindo em quais instituições de ensino gostaria de estudar, por que escolheu aquelas instituições, e como você acha que poderia se desenvolver nesses lugares.

Pesquisar todos esses detalhes pode parecer trabalhoso, mas seus pais vão perceber que de fato você quer muito fazer um intercâmbio e está tratando a questão com seriedade. Isso ajudará no combate de um dos primeiros medos dos pais, veja abaixo.

Passo 2:
Mostre que a viagem não é oba-oba…

Os pais têm muito medo do que pode acontecer com seus filhos longe da proteção do lar. Será que você vai mesmo estudar? Ou vai pautar sua vida lá fora pelo refrão daquela velha música do Kiss: “I wanna rock n roll all night and party every day?

Você precisa mostrar que suas intenções são sérias e que está focado no estudo, porque sabe que ele vai representar um importante diferencial em sua vida no futuro, tanto no aspecto pessoal quanto no profissional.

Passo 3:
Explique como você cresce…

No campo pessoal, a lista de benefícios é extensíssima. De partida, você vai aprofundar o aprendizado do idioma do país onde vai morar. E não importa se você já está no nível avançado. A língua que se aprende nas escolas é diferente da que se fala no dia a dia e esse vai ser uma grande conquista a seu favor.

Além disso, você vai amadurecer tendo de lidar com pessoas diferentes, de variadas partes do mundo, e tendo de resolver, sozinho, as situações que surgirem.

O contato com as pessoas e as culturas diferentes vai ensiná-lo a ver o mundo de uma outra forma e você vai aprender a ser mais tolerante, a respeitar mais as diferenças e vai ampliar sua capacidade de entender o próximo.

Você vai fazer amigos de todas as partes do mundo e, no futuro, essa rede pode ser muito importante também na vida profissional, que é o assunto da próxima semana.  Até lá! ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu