A árvore do pensamento e o hábito da leitura

Visto que é o grande responsável por inserir o indivíduo no mundo, a leitura é fundamental para o progresso do homem na sociedade. Assim, a partir de hoje lançaremos uma série especial de conteúdos para auxiliá-lo a desenvolver esse hábito da leitura em casa e com o Método da Árvore do Pensamento.

O avanço tecnológico, a chegada da internet e a entrada da comunicação na era digital trouxeram uma infinidade de novas possibilidades na aquisição de conhecimento e facilitaram o acesso à informação.

Todo esse potencial, porém, só pode ser plenamente utilizado se dominarmos, com competência, uma das habilidades mais antigas da humanidade: a leitura.

Você gosta de ler? Seus pais te incentivam? Quer desenvolver o gosto pela leitura?

No mundo cada vez mais complexo em que vivemos, ler e ser capaz de processar as informações se torna essencial. A leitura deve ser um hábito, como escovar os dentes e beber água todos os dias. E esse hábito pode e deve ser desenvolvido pela escola e pela família.

Como se fazer isso? Existem muitos caminhos a seguir. Ao passo que todos eles abrem novas possibilidades e geram resultados e consequências. De fato, para analisá-los melhor, vamos usar o método metacognitivo da Árvore do Pensamento, do Programa MenteInovadora.

Esse método nos estimula a analisar de forma sistemática as diversas opções de escolha diante de uma situação, com plena consciência das consequências de cada uma delas.

Pronto para começar? Então vamos ao primeiro passo:

Identificar o tronco da árvore…

Então como desenvolver o gosto pela leitura? Este é o tronco da árvore, ou a situação problema com a qual você vai trabalhar. Antes de começar, porém, você precisa entender talvez o por que não gosta de ler. Algumas possíveis respostas:

  1. Não enxerga a leitura como uma opção de lazer.
  2. Só se interessa por dispositivos eletrônicos.
  3. Gasta tempo demais no WhatsApp com os amigos.
  4. A leitura, para você, é uma espécie de castigo.
  5. Acredita que a leitura não acrescenta nada para você.

Os motivos acima são apenas exemplos. As respostas podem ser múltiplas e variadas.

Por isso convido você para refletir ao longo dessa semana, observar e criar uma lista com os possíveis hábitos, gostos ou atividades que não te motivem ou impeçam você na hábito da leitura. Compartilhe conosco! É importante fazer isso e tê-la em mãos para poder seguir ao passo seguinte: os galhos que partem do tronco, ou as possibilidades de ações para reverter o problema. Até lá! 😉

2 Comentários. Deixe novo

  • Andrea Lúcia Figueiredo Oliveira
    agosto 24, 2020 01:17

    A leitura precisa ser praticada, o ambiente pode favorecer esse estímulo, tanto em casa como na escola, oferecer livros e cantinhos bem agradáveis para esse momento ficar prazeroso.

    Responder
  • Andrea Lúcia Figueiredo Oliveira
    agosto 24, 2020 01:18

    A leitura precisa ser praticada, o ambiente pode favorecer esse estímulo, tanto em casa como na escola, fortalecendo o vínculo com o livro.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu