Leitura ou tecnologia?

Na hora de escolher, quem te atrai mais, mindzuper? Um bom livro daqueles que a gente não consegue largar? Ou uma rede social que te conecta com amigos e gente do mundo todo?

Assim sendo, leitura ou tecnologia? Como equilibrar as duas coisas? Por todo lado, certamente é comum encontrar essa queixa: o avanço das tecnologias digitais está desestimulando o hábito da leitura.

Afinal, cada vez mais jovens preferem os games, as redes, os vídeos do YouTube. Os livros, porém, vão ficando de lado.

Mas será que essas duas coisas precisam ser concorrentes? Precisam estar em campos opostos? Além disso, será que elas não podem ser complementares?

A importância da leitura

Ninguém contesta a importância da leitura. Uma vez que, nos leva para mundos diferentes, a leitura nos permite vivenciar emoções e experiências que dialogam com a realidade, estimulam reflexões profundas e nos permitem aprender.

Desse modo, entre os muitos benefícios trazidos pelo hábito da leitura, podemos citar:

  • Desenvolvimento da empatia com personagens diferentes da gente;
  • Liberdade de pensamento e de informação;
  • Melhora da criatividade subjetiva;
  • Aquisição de mais vocabulário oral;
  • Aprimoramento da expressão escrita;
  • Aprendizado de novos conteúdos; e
  • Desenvolvimento da linha de raciocínio.

Para conferir mais benefícios do hábito da leitura, confira nossa série sobre o tema:

Mas será que sempre foi assim?

Em contrapartida, você sabia que em meados do século 19, famílias tradicionais tentavam evitar que seus filhos e filhas se dedicassem à leitura de determinados livros?

Os romances, por exemplo, eram considerados péssima influência sobre as senhoritas da sociedade, porque as tiravam do tempo presente. Além disso, abordavam temas que eram considerados tabus na época.

Dessa forma, pais e mães daquela época tentavam limitar o acesso de seus filhos e filhas aos livros de romance.

Nesse sentido, alguma semelhança com os tempos atuais? Será que o smartphone ocupa, hoje, o lugar que já foi dos livros no passado?

A importância da tecnologia digital

Em resumo, essa rápida volta ao século 19 serve como uma boa ilustração de como as novidades, sejam quais forem, sempre despertam reações das gerações anteriores.

O fato de algumas pessoas mais velhas enxergarem a tecnologia digital como um mal para os jovens não significa que ela não tenha um papel importante na sociedade atual.

Entre os muitos benefícios da tecnologia na sociedade, podemos citar:

  • Acesso amplo e irrestrito a conteúdos de qualquer lugar do planeta;
  • Conexão entre as pessoas, mesmo sem contato físico;
  • Ampliação das possibilidades de educação à distância;
  • Expansão das possibilidades de atendimento na área da saúde;
  • Maior gama de opções de entretenimento;
  • Liberdade de pesquisa e acesso a informações; e
  • Agilidade na execução de processos diversos.

A tecnologia nos permite, inclusive, ler mais e adquirir conteúdos e livros estrangeiros, por exemplo, a preços mais acessíveis, por meio de e-books.

Dessa forma, se as duas atividades são de grande importância para nós, a questão que surge é: como equilibrar a balança para evitar que o uso excessivo de uma (no caso, a tecnologia) anule a possibilidade de praticarmos a outra (a leitura)?

É aí que entra o Método do Equilibrista! Por isso, para aprender a balancear o uso da tecnologia com o hábito da leitura, continue nos acompanhando aqui no blog Mindzup, pois semana que vem falaremos como esse método pode ajudar nisso!

Ah e nos siga também no Instagram @mindzup, para ficar por dentro das novidades!

Até a próxima, mindzuper.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu