Palavras-chave para estudar sozinho…

E passar na prova final, sair bem no Enem ou ser aprovado no vestibular!

Seja por falta de recursos para custear professores particular ou cursos preparatórios, seja por opção, muitos jovens encaram o desafio de estudar sozinhos. Impossível ser aprovado desse jeito? A resposta depende de uma série de fatores, a começar pelo objetivo desse estudo ou curso desejado e a universidade escolhida. Se você olhar para as estatísticas, porém, vai perceber que na Fuvest, o vestibular mais concorrido do Brasil, a média histórica de aprovados que se preparam sozinhos oscila entre 30% e 40%. Não é um número tão baixo assim.

O fator determinante para conseguir esse feito, porém, está em cada um de nós.  Foco e determinação são as palavras-chave para quem vai trilhar esse caminho por conta própria, além de serem fundamentais para a conquista de qualquer meta na vida. Se você acredita que é forte nessas duas habilidades, já parte com vantagem nessa disputa.

Está disposto a encarar essa jornada? Então confira as dicas que preparamos para ajudar:

1.      Faça um planejamento

Num cursinho, os professores estabelecem o plano de estudos. Para estudar sozinho, você vai precisar estabelecer as suas prioridades, baseando-se nas disciplinas mais importantes para a carreira escolhida, e também naquelas em que você tem mais dificuldade. Você pode checar aqui como montar esse planejamento.

2.      Estabeleça uma rotina

Os especialistas defendem que é difícil, para quem estuda sozinho, se concentrar por mais de seis horas. Portanto, reserve esse tempo, dividido em dois períodos de três horas. Defina os horários de estudo e as matérias que estudará – preferencialmente, alternando a cada dia uma matéria de exatas ou biológicas, e uma de humanas. Anote numa planilha os conteúdos já estudados para evitar repetições. Confira neste outro post como gerenciar melhor o seu tempo de estudos.

3.      Peça ajuda aos seus professores

Seus professores do colégio são as pessoas mais indicadas para tirar as dúvidas que forem surgindo ao longo dos estudos. Mantenha um bom relacionamento com eles e peça ajuda sempre que algo lhe parecer difícil demais.

4.      Escreva uma redação por semana

A redação é uma parte importante da sua nota, tanto no Vestibular quanto no Enem. E só existe uma forma de aprimorar a sua habilidade nessa matéria: praticando. Mantenha-se por dentro das atualidades e escolha um tema, todas as semanas, para escrever um texto dissertativo-argumentativo. Se você quiser aprender mais sobre esse tipo de texto, ou sobre como trabalhar para melhorar as suas redações, confira o nosso especial Redação Nota 1000.

5.       Busque fontes alternativas

Você não precisa ficar bitolado apenas nos livros. A internet é uma fonte inesgotável de conteúdo para quem está estudando sozinho. Até as redes sociais podem ajudar, especialmente para que você se mantenha informado sobre o que está acontecendo no mundo, o que é fundamental para a redação. Alguns cuidados, porém, são importantes. O primeiro é ficar esperto quanto à fonte do material. Com tantas notícias falsas rolando no universo virtual, você precisa se certificar sobre a idoneidade das fontes em que pesquisa. O segundo é saber se controlar nas redes sociais, para não desperdiçar seu tempo com bobagens. Confira aqui como transformar a internet na sua melhor aliada.

6.      Refaça provas antigas

Simulados e provas antigas do vestibular que você está prestando vão ajudar você a se familiarizar com o formato das questões, além de servirem como guia para determinar os conteúdos em que vai precisar de reforço extra.

7.      Divirta-se enquanto estuda

No seu tempo de descanso, é possível aliar diversão e estudos. Visitas a museus, leitura de jornais, revistas e livros podem ser complementares às suas necessidades de estudo. Filmes e documentários também podem ser grandes fontes de inspiração para as redações. Confira aqui uma lista de 10 filmes ótimos para se manter atualizado e praticar a redação.

8.      Descanse

Arrume tempo para curtir os amigos e também para noites de sono adequadas. Dormir é essencial. Se você não descansar, vai se sobrecarregar rapidamente e sua capacidade de assimilação do que está estudando vai diminuir. Além de atrapalhar as horas de estudo com aquele soninho irresistível. Portanto, não se prive do sono. Para lidar com o cansaço e o sono durante os estudos, confira nossas dicas neste outro post.

Bons estudos! Deixe nos comentários o que achou dessas dicas de estudos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu