4 habilidades que ajudaram a “fadinha do skate”

Como vimos no post anterior, durante as Olímpiadas, a fadinha do skate nos deixou muitas lições de como conseguir alcançar nossos sonhos. E hoje, vamos conferir 4 pilares de habilidades que ajudaram a Rayssa Leal a virar um fenômeno mundial e uma das melhores skatistas do mundo.

Quem assistiu os jogos olímpicos e viu a Rayssa de pertinho, percebeu como é importante desenvolver habilidades socioemocionais. Esse conjunto de competências que desenvolvemos para lidar com as nossas emoções, alcançar objetivos e tomar decisões, fizeram ela conquistar muitos prêmios e a medalha de prata nas Olimpíadas para o Brasil.

Mas afinal, quais são essas habilidades e como Rayssa consegue desenvolvê-las?

Habilidades Cognitivas

Ser medalhista olímpica não significa abandonar os estudos, ela planeja sua rotina para ser uma profissional no skate e conciliar sua vida escolar. Além disso, sempre teve disciplina e muita motivação, pois para conseguir realizar suas manobras foi necessário muito treino e persistência.

Para realizar circuitos como o de Tokyo e grandes manobras, a fadinha também trabalha bastante a memorização física e mental. E certamente, também presta bastante atenção nas suas competidoras, para assim, conseguir saber como superá-las e tomar a decisão de qual manobra realizar.

Habilidades Sociais

Todas as competições possuem regras rígidas, mas a fadinha aprende a lidar com todas elas. Ou seja, além de saber lidar com regras, outra habilidade social que ganhou o coração de muitos fans, foi mostrar ao mundo a amizade e o espírito esportivo com todas as competidoras.

Nas Olimpíadas, Rayssa torceu muito para que a equipe brasileira chegasse inteira na final, mostrando um grande espírito de equipe e além disso, possuiu um comportamento carinhoso e querido com todas as suas adversárias.

Habilidades Emocionais

A fadinha trabalha muito o autoconhecimento e revela o espírito vencedor dentro de si. Dessa forma, com pouca idade, conseguiu mostrar que não há idade para realizar sonhos, basta persistir e nunca desistir.

Tudo na vida vem com treino e prática, Rayssa reconhece suas vulnerabilidades, mas ao mesmo tempo, trabalha sempre para melhorar e evoluir. Nas olimpíadas, a skatista tinha tudo para se sentir pressionada, porém aprendeu a lidar com as emoções… Então dançou e brincou, mostrando que obstáculos podem ser encarados com leveza.

Habilidades Éticas

Rayssa chamou a atenção de todos pela empatia de comemorar o desempenho das adversárias, respeitando sempre o momento de cada uma e tentando atuar de forma positiva para o bem comum.

E ai? Curtiu saber como a Rayssa Leal usou as habilidades socioemocionais para alcançar seus sonhos? Acompanhe nosso Especial das Olimpíadas, com mais exemplos incríveis, como o da Fadinha!

Ah e já curtiu e comentou nosso último post do Instagram @mindzup?

Siga nosso perfil!

2 Comentários. Deixe novo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu